Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

​Conversa, sexta feira, 23 de março 2012

Notícias de Fátima

Cheguei ontem a Portugal. Não como no final de janeiro, mas uma onda de frio parece decidiu me perseguir. Dez graus para mim já é pesado e me deixa com alergia nasal. Portugal, em crise econômica grave, está com uma greve geral dos meios de transporte. Tive de ficar no aeroporto de Lisboa quase oito horas esperando um carro para nos trazer à Fátima, onde ocorre o encontro internacional da pastoral dos ciganos e nômades que aqui na Europa são muito perseguidos e mal vistos. Cheguei à Fátima à noite de ontem e encontrei na casa dos padres verbitas onde todos estamos hospedados umas trinta pessoas do leste da Europa, da Alemanha e da Noruega. Tres franceses e um italiano. Quase não consigo me comunicar com ninguém, já que só falo linguas latinas (mesmo inglês tenho dificuldade, embora compreendo um pouco). Hoje pela manhã fui até a basílica construída no lugar onde segundo a crença popular Maria, mãe de Jesus, teria aparecido a tres adolescentes que pastoreavam ovelhas (1917). Independentemente do fato de que essa não é meu tipo de espiritualidade e não gosto de templos que parecem monumentos da época do fascismo italiano e expressam uma Igreja poderosa e triunfante, seja como for, um lugar como esse, onde tanta gente vem, há quase um século, para orar e muitos se sentem atendidos em suas preces, tem uma energia espiritual e amorosa que deve ser valorizada. Pensando nisso, me ajoelhei e orei. Entreguei a Deus as intenções das pessoas que amo e pedi por todosas vocês. Nessa véspera do aniversário do martírio do arcebispo de El Salvador, Dom Oscar Romero, pedi que nossa Igreja latinoamericana retome sua vocação profética e de serviço humilde ao povo. Ao voltar, recebi um email de minha amiga Mercedes Bullader contando que Dom Adriano, bispo de Petrolina, foi nomeado agora o novo bispo de São Félix do Araguaia. Ele é um homem excelente, simples e profundamente comprometido com os mais pobres. Vi nisso um sinal de que Deus ouve nossa oração. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com