Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

O diálogo das religiões e a profecia

                Esse é o assunto desse Curso de Verão na Terra do Sol que acontece a cada mês de julho em Fortaleza. Cabe-me desenvolver a relação entre o diálogo entre as religiões e a profecia transformadora do mundo. E com o cuidado de fazer isso em relação ao Brasil. 

                A primeira observação é de que para haver diálogo, os parceiros precisam ter o mínimo de igualdade em dignidade e condições. Ora no Brasil o Cristianismo chegou com os conquistadores e até agora a Igreja Católica é a Igreja que tem direitos e privilégios e a cultura do país continua achando normal quase a religião civil que é "de fundo cristão", embora de Cristianismo mesmo tenha muito pouco. De fato, nas últimas décadas, tem surgido um diálogo intercultural, seja dentro de cada uma das religiões, seja inter-religioso. Mas, como diz Raimon Panikkar: o diálogo para ser profundo, primeiro tem de ser no coração da gente. O primeiro de todos os diálogos se dá dentro de cada pessoa ou não prospera. No plano religioso, é o diálogo intra-religioso ou interior, espiritual...

                  Isso possibilita um cristão se inserir em uma religião afrodescendente e viceversa. Mas, o diálogo toma um caráter bem concreto quando cada tradição descobre que no fundo mais fundo do seu poço - do seu tesouro não estão os dogmas, nem os rituais, nem as hierarquias e sim o amor solidário. Quando elas descobrem isso, descobrem a profecia e aí sim surge o Macroecumenismo. Não apenas o Ecumenismo intereclesial (entre Igrejas cristãs) ou o Ecumenismo interreligioso (entre religiões) e sim o Ecumenismo do projeto divino no mundo, um caminho empreendido em comum por todos, crentes e não crentes que querem construir um mundo novo. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com